Assembleia Municipal de 15 de Setembro de 2017

Assembleia Municipal de 15 de Setembro de 2017

Nesta sessão da Assembleia Municipal, face à grave agressão perpetrada pelo vereador Olegário Gonçalves na reunião da Assembleia Municipal anterior, o CDS-PP apresentou um pedido de esclarecimento cabal do Sr. Presidente da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, Dr. João Manuel Esteves.

Face aos graves acontecimentos do dia 30 de Junho, era importante saber porque razão o Presidente da Câmara não retirou a confiança política ao seu vereador. Era importante perceber quais as razões que levam a que, um vereador que agride um presidente da junta, deputado municipal por inerência, continue com os pelouros que lhe foram legados.

Entendem os Deputados Municipais do CDS-PP que, ao tentar inverter o ónus da culpa, confundindo agressor com agredido, o Presidente da Câmara e o PSD, estão a ser cúmplices deste grave atropelo à democracia.

O silêncio ensurdecedor do Presidente da Câmara durante toda a Assembleia Municipal, é prova de que este afiança a agressão, dando a entender que, numa discussão política, quando faltam argumentos, é aceitável a agressão física. Concorda, o Presidente da Câmara, que a coação pela violência é aceitável numa Assembleia Municipal.

O CDS-PP de Arcos de Valdevez não se revê nesta atitude e foi isso que fez notar nesta Assembleia Municipal. Defende o debate de ideias, sem insultos, coações ou o que quer que seja que limite a liberdade de cada um.

Infelizmente, também o Sr. Presidente da Assembleia Municipal optou por não explanar na ata da Assembleia Municipal de 30 de Junho todos os tristes acontecimentos para memória futura. Este facto levou a que os Deputados Municipais do CDS-PP votassem contra a redação da ata.

Leia aqui uma descrição mais detalhada desta Assembleia Municipal